Taylor Stevens: a autora que deixou a crítica internacional rendida

A Informacionista

A crítica internacional rendeu-se à escrita de Taylor Stevens, autora que a Topseller tem agora o prazer de lançar em Portugal. A Informacionista já está à venda em todo o país e promete fidelizar os fãs de thrillers intensos.  A Informacionista

A história de vida de Taylor Stevens contribuiu, em muito, para a sua escolha de género literário. Uma vida atribulada, digna, ela própria, de um filme. Mas, para já, ao Grande Ecrã irá chegar a história de Vanessa «Michael» Munroe – comparada pela crítica a Lisbeth Dalander de Stieg Larsson -, protagonista de uma série de três livros (A Informacionista, Os Inocentes e A Boneca) cujos direitos foram já comprados pela produtora de James Cameron.

Vanessa «Michael» Munroe trabalha com informação. Depois de escapar a uma infância traumática numa África Central sem lei, a sua formação e o seu treino permitem-lhe obter todo o tipo de informações, independentemente do cenário de operações onde se encontre. Por isso, é agora requisitada por empresas, instituições, chefes de estado e clientes privados que podem pagar os seus serviços únicos no mundo.  

Quando um bilionário texano do mundo do petróleo a contrata para encontrar a sua filha desaparecida em África, Munroe regressa a um mundo selvagem e profundo que tão bem conhece, enfrentando forças misteriosas que estão determinadas em manter em segredo o destino da rapariga desaparecida. 

Para ter alguma esperança de sair da selva com vida, Munroe vai ter de enfrentar, finalmente, os fantasmas do passado que durante tanto tempo fez por esquecer.

A Informacionista

Taylor Stevens é uma premiada autora norte-americana, cujos livros estão presentes nas listas de bestsellers do New York Times. Nascida em Nova Iorque, Taylor viria a ser criada em várias comunas espalhadas pelo globo, no seio de um culto religioso dos anos 60 chamado Children of God.

Foi separada da sua família aos doze anos e não lhe foi permitido frequentar a escola além do 6.º ano. Ao invés de uma infância normal, Taylor Stevens chegou a viver em três continentes e numa dúzia de países antes de atingir os catorze anos, e passou grande parte da adolescência a mendigar nas ruas de cidades como Zurique e Tóquio a mando de líderes do culto, a realizar trabalho infantil e a cuidar das crianças mais novas residentes nas comunas, lavando e cozinhando para centenas de cada vez. Aos vinte anos, Taylor Stevens libertou-se das amarras que a prendiam, e permitiu-se viver a sua vida, através da aprendizagem e da escrita.

A série de três livros (A Informacionista, Os Inocentes e A Boneca, estes últimos a publicar pela Topseller), cuja personagem principal é a heroína Vanessa Munroe, foi aclamada pela crítica e já se encontra publicada em 20 línguas. O livro foi comprado pela produtora de James Cameron para ser adaptado ao cinema.

“Corrida Perversa” no Jornal de Notícias

Corrida Perversa

O Jornal de Notícias recomenda aos seus leitores o livro A Corrida Perversa, de Janet Evanovich, segundo volume da série Lizzie&Diesel.

«Os policiais de Janet Evanovich são sinónimo de ação desenfreada, tantas vezes ao arrepio das convenções do género. “Corrida Perversa” não é exceção» – JN

Descubra os livros de Janet Evanovich, autora do Top 5 mundial, em www.topseller.pt, e leia os primeiros capítulos das obras grátis! Boas leituras.

140410 JN - Corrida Perversa

“Corrida Perversa” no Jornal A Bola

Corrida Perversa

O jornal A Bola recomenda aos seus leitores o livro A Corrida Perversa, de Janet Evanovich, «uma caça ao tesouro sensual e vertiginosa». Trata-se do segundo volume da série Lizzie&Diesel.

Descubra os livros de Janet Evanovich, autora do Top 5 mundial, em www.topseller.pt, e leia os primeiros capítulos das obras grátis! Boas leituras.

140409 A Bola - Corrida Perversa

“Corrida Perversa”: A vida pacata de Lizzy Tucker está prestes a mudar

Corrida Perversa

Depois de Perseguição Escaldante e Sorte Explosiva (Série Stephanie Plum) e O Golpe (Série Kate O’Hare), já chegou  às livrarias o segundo volume da Série Lizzie&Diesel Corrida PerversaGula Perversa é o primeiro volume desta divertida e viciante série, bestseller do New York Times.

A vida pacata de Lizzy Tucker está prestes a ser virada do avesso, quando Diesel, o seu espetacular e maravilhoso parceiro nas investigações do sobrenatural,  a desafia para salvar o mundo. Uma vez mais.Depois de terem encontrado a Pedra da Gula, a chef de pastelaria e o mais sexy caçador de recompensas do oculto de Boston continuam à procura das restantes seis pedras Saligia que, segundo as lendas, detêm o poder de cada um dos sete pecados mortais.

Quando Gilbert Reedy, professor da Universidade de Harvard, é misteriosamente assassinado e atirado da varanda do 4.º andar da sua casa, pistas ligam o homicídio a Wulf Grimoire, uma figura do lado negro com quem Lizzy e Diesel já se haviam cruzado. Wulf está determinado em reunir as sete pedras para, com o seu poder, dominar o mundo, e desconfia-se precisamente que Reedy foi morto às suas ordens por estar a investigar a Pedra da Luxúria. 

Seguindo as pistas que constam de um críptico livro de sonetos do séc. XIX, Lizzy e Diesel partem à descoberta da Pedra, que se pensa estar investida do poder da luxúria, deixando atrás de si um rasto de sepulturas profanadas, distúrbios da ordem pública e o caos generalizado.

Uma caça ao tesouro divertida, cheia de ação e de leitura imparável, ao estilo inconfundível e original de Janet Evanovich.

Corrida Perversa

Janet Evanovich é a autora de policiais mais vendida em todo o mundo e a escritora mais bem-sucedida atualmente, segundo a revista Forbes (Top 5 mundial), com mais de 75 milhões de livros vendidos em todo o mundo. Os seus policiais, repletos de personagens caricatas e inesquecíveis, e recheados de intrigas complexas, já criaram uma verdadeira legião de fãs em todo o mundo.

Críticas a Corrida Perversa e à série Lizzie & Diesel

«Uma comédia rápida, divertida, exuberante. Tem um enredo hilariante que nos deixa sem fôlego.» - Publishers Weekly

«Uma história divertida que resulta em gargalhadas imparáveis.» - USA Today

«As personagens de Janet Evanovich são obras de arte divertidas e modernas… As duas intrigas complexas e cómicas são alimentadas por reviravoltas absolutamente inventivas e inovadoras.» - New York Times

“O Ano em que Me Apaixonei por Todas” recomendado pela Nova Gente

O ano em que me apaixonei por todas

A revista Nova Gente recomenda aos seus leitores O Ano em que Me Apaixonei por Todas, de Use Lahoz, vencedor do prestigiado Prémio Primavera de Romance 2013, um dos mais importantes prémios espanhóis de literatura.

O Ano em que Me Apaixonei por Todas é uma comédia romântica ao estilo de A Residência Espanhola e O Fabuloso Destino de Amélie. Uma história sobre as atribulações e os desafios das relações.

Se ainda não teve oportunidade de ler o livro, descubra os primeiros capítulos em  www.topseller.pt.

«Uma celebração da intensidade da vida, da amizade e do amor, com um elenco de personagens luminosas.» El Mundo 

«Um dos romances mais ousados da recente cena literária espanhola, em termos da sua abordagem e técnicas modernas.» Huffington Post

 Nova Gente